Seminário: As trajetórias de Ana Mae Barbosa

image

 

Data 16/10/2017 a 17/10/2017
Dias e Horários Segunda e Terça, 14h às 21h30
As inscrições podem ser feitas a partir de 27 de setembro às 14h, aqui no site do Centro de Pesquisa e Formação ou nas Unidades do Sesc em São Paulo.
Local
Rua Dr. Plínio Barreto, 285 – 4º andar
Bela Vista – São Paulo.
Valores
R$ 18,00 – credencial plena: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes
R$ 30,00 – pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e professor da rede pública com comprobante
R$ 60,00 – inteira
.centrodepesquisaeformacao@sescsp.org.br / 11 3254-5600
Programação
Por meio de diferentes perspectivas e interpretações teóricas de pesquisadores que foram influenciados por suas contribuições intelectuais e as experiências que Ana Mae Barbosa desenvolveu na área da Educação, neste encontro pretende-se apresentar as bases fundamentais do pensamento da estudiosa, debatendo sobre seu legado nos campos da Arte e da Educação, e apresentando os pontos fundamentais de sua trajetória.

16/10, segunda-feira.
14h Abertura Institucional
14h30 – 16h | Ana Mae Barbosa em Primeira Pessoa.
Ana Mae Barbosa é reconhecida como umas das pedras angulares na idealização, organização e aprofundamento das concepções sobre o diálogo entre a arte e a educação. Nesta palestra a pesquisadora e professora conversa com o público sobre sua trajetória profissional, compartilhando suas reflexões sobre a pesquisa, a formação, o ensino e o aprendizagem em artes no Brasil.
Com Ana Mae Tavares Bastos Barbosa.

16h – 16h15 | Intervalo

16h15 – 18h15 | As Escolinhas de Arte no Brasil
As Escolinhas de Arte de Recife, de Brasília e de São Paulo, aconteceram na metade do século 20, fazem parte do Movimento de Escolinhas de Arte no Brasil, sendo experiências ricas a partir das quais emergiram questões sobre as relações entre arte e educação, experiências estas, que foram integrantes essenciais no decorrer do percurso intelectual de Ana Mae Barbosa. Esta mesa tem a intenção de jogar luz sobre esse período inicial da trajetória da educadora, reconhecendo nele, a gênese dos elementos fundamentais de suas reflexões.
Com Analice Dutra Pillar e Sidiney Peterson Ferreira de Lima.

18h15 – 19h30 | Intervalo

19h30 – 21h30 | A Abordagem Triangular
A abordagem triangular para o ensino das artes foi concebida por Ana Mae Barbosa. Trata-se de uma proposta pedagógica estruturada em três eixos: o fazer artístico, a apreciação ou leitura de obras de arte e a contextualização de produções artísticas.  Essa concepção abre possibilidades para que o professor apresente aos alunos aportes teóricos e estéticos, incentivo ao fazer artístico e informações socioculturais de um determinado objeto cultural.
Com Rejane CoutinhoFernando Antônio Gonçalves de Azevedo e Lucia Gouvêa Pimentel.

Dia 17/10, terça-feira
14h – 16h | Arte Educação: mediações
Os espaços onde as práticas culturais repercutem na formação das pessoas possuem meios que fazem transitar, por entre arquiteturas e públicos, os saberes sensíveis e inteligíveis. Assim, destaca-se nessa prática “O Arteducação produções” que desde 2001 apresenta projetos de mediação cultural buscando a produção de pesquisas, processos coletivos, trocas de experiências e gestão de projetos educativos.
Com Ana Amália BarbosaEdna Y. Onodera, José Minerine Neto e Moa Simplício.

16h – 16h15 | Intervalo

16h15 – 18h15 | O legado e as contribuições de Ana Mae Barbosa na formação de educadores
Ana Mae Barbosa protagonizou eventos importantes para a construção de um pensamento sobre a formação de professores em artes, como a Semana de Artes e Ensino na USP, que reuniu cerca de três mil professores, a criação da linha de pesquisa em Arte Educação na Pós-graduação da ECA na mesma universidade, e o Festival de Inverno de Campos de Jordão de 1983. Estas, entre outras iniciativas contribuíram para ampliação da consciência sobre a importância da formação de educadores em artes. Nesta mesa pretende-se debater sobre as contribuições da pesquisadora para a constituição do campo da Arte Educação.
Com Rita BredariolliFernanda Pereira Cunha e Jociele Lampert.

18h15 – 19h30 | Intervalo

19h30 – 21h30 | O que aprendi sobre Educação
As contribuições de Ana Mae projetam-se para além da arte educação. Esta mesa pretende refletir como os pressupostos teóricos e práticos da pensadora influenciaram outras áreas de conhecimento na Educação, nas formas de ensinar, na formação de pesquisadores e nas experiências educacionais que extrapolam o meio acadêmico e institucional.
Com Luiz Carlos Menezes e Regina Machado.

As inscrições pela internet podem ser realizadas até um dia antes do início da atividade. Após esse período, caso ainda haja vagas, é possível se inscrever pessoalmente em todas as unidades. Após o início da atividade não é possível realizar inscrição.

Palestrantes
Ana Mae Tavares Bastos Barbosa
Possui mestrado em Art Education – Southern Connecticut – State College, e doutorado em Humanistic Education – Boston University. É professora titular aposentada da USP, e professora da Universidade Anhembi Morumbi.
Analice Dutra Pillar
Mestra e doutora em artes pela ECA-USP, professora titular da Faculdade de Educação da UFRGS. Editora chefe da revista GEARTE.
Ana Amália Barbosa
Mestra em 2003 e doutora em 2012, ambos em Artes pela ECA-USP.  Pós-doutora pela UNESP-SP. Fundadora do AEP – Arteducação Produções.
Edna Y. Onodera
Arte-educadora e gestora especialista em projetos em mediação cultural pela AEP. Realiza produções de materiais educativos e formação de educadores desde 2001.
Fernando Antônio Gonçalves de Azevedo
ossui mestrado em Artes pela ECA-USP, doutorado em Educação pela UFPE. É professor do curso de Pedagogia na Unidade Acadêmica de Garanhuns da UFRPE/UAG.
Fernanda Pereira Cunha

Possui mestrado e doutorado em Artes pela Universidade de São Paulo. É professora da Escola de Música e Artes Cênicas da Universidade Federal de Goiás.

Jociele Lampert

Doutora em Artes Visuais pela ECA-USP, foi bolsista Fulbright no Teachers College/Columbia University em NY. Professora na UDESC na área de Artes Visuais.

José Minerine Neto

Doutor em Artes Visuais pela ECA-USP, com residência no Teachers College da Columbia University em Nova York. Membro fundador do AEP – Arteducação Produções.
Lucia Gouvêa Pimentel

Possui mestrado em Educação pela UFMG, doutorado em Artes pela ECA/USP. É professora titular da Escola de Belas Artes da UFMG.
Luiz Carlos Menezes

É mestre em Física pela Carnegie Mellon University, doutor em Física pela Universitaet Regensburg. É professor Sênior do Instituto de Física da USP,  e consultor da UNESCO para propostas curriculares.

Moa Simplício

Artista gravador, professor universitário e consultor sobre acessibilidade e pessoas com deficiência. Mestre em Artes pela Universidade de São Paulo. Fundador do AEP – Arteducação Produções.
Regina Machado

Possui mestrado em Educational Theater – New York University, doutorado em Arte e Educação e livre-docência pela ECA-USP, onde é professora.
Rejane Coutinho

Possui mestrado e doutorado em Artes pela USP, pós-doutorado pela Universidade Pública de Navarra (Espanha). É professora do Instituto de Artes da UNESP.
Rita Bredariolli

Realizou Pós-Doutorado no Program in Art and Art Education – Teachers College, Columbia University.  É professora do Instituto de Artes da UNESP.

Sidiney Peterson Ferreira de Lima

Doutorando do Instituto de Artes da UNESP na área de concentração de Arte e Educação. Mestre em Artes pelo Instituto de Artes da mesma universidade.

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *